Sono com Saúde

Informações e dicas para seu bem estar

Os efeitos colaterais dos remédios para dormir

Toda medicação pode causar efeitos colaterais. Por isso, consulte sempre seu médico antes de ingerir um remédio. / Imagem: www.thetimes.co.uk

Toda medicação pode causar efeitos colaterais. Por isso, consulte sempre seu médico antes de ingerir um remédio. / Imagem: http://www.thetimes.co.uk

Quatro em cada dez pessoas no mundo tem algum problema para dormir, aponta pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), o que faz dos distúrbios de sono um dos problemas que mais afetam a população adulta. Por isso, é fundamental alertar para quem costuma tomar “um comprimidinho” para dormir sobre os riscos da automedicação e do uso prolongado de medicação.

Se você tem dificuldade para relaxar e cair no sono, a primeira providência é procurar um médico, que vai diagnosticar a necessidade ou não de tomar remédios para dormir. Geralmente, eles são prescritos por um determinado período e não devem se tornar uma rotina para o resto da vida – o sono ideal deve ser natural, sem indutores.

Toda medicação tem a probabilidade de causar efeitos colaterais – no caso dos remédios para dormir, os efeitos mais comuns são tontura e indisposição estomacal. Mas há também outros efeitos mais graves, dependendo do quadro clínico e das particularidades de cada paciente – gestantes ou lactentes, por exemplo, precisam ter cuidados especiais com a medicação.

Outro efeito colateral importante é a tolerância que o organismo acaba desenvolvendo ao remédio, o que pode levar à dependência e à necessidade de utilizar doses cada vez maiores. Mesmo os mais recentes sublinguais, que levam ao sono em cerca de 10 minutos e que têm efeito mais localizado no organismo, só devem ser tomados sob prescrição médica.

Por outro lado, se você interrompe a medicação antes do prazo previsto, também pode sofrer alguns efeitos colaterais. Por isso, seu médico deve acompanhar todo o período de tratamento e ser informado caso o remédio cause outros problemas ou não esteja surtindo efeito.

Para voltar a ter um sono de qualidade, invista em hábitos saudáveis como realizar exercícios físicos, dormir oito horas por noite e evitar comidas pesadas e estimulantes à noite. Para uma rotina saudável, não há contra indicação. Se quiser saber como combater a insônia sem apelar para medicação, confira algumas de nossas dicas aqui

Com informações do portal YourSleep

1 Comentário »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores